(IN)DISCIPLINA E COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS: PROPOSIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

Authors

DOI:

https://doi.org/10.38087/2595.8801.350

Keywords:

Indisciplina, Disciplina, Desenvolvimento Educacional, Competências Socioemocionais

Abstract

A denominada sociedade da informação ou do conhecimento é caracterizada por significativas transformações nos processos de comunicação e ensino, que geram instabilidade de autoridade, autocontrole e preceitos comportamentais. Nesse cenário, torna-se necessário o desenvolvimento de competências interrelacionais, que envolvem habilidades interpessoais (soft skills) e socioemocionais. A (in)disciplina é um desafio amplamente discutido há tempos, que prejudica o trabalho pedagógico, a gestão escolar e os resultados de desempenho. O desenvolvimento de competências interrelacionais é essencial para compreender e enfrentar esse desafio. A pesquisa bibliográfica exploratória, aqui utilizada, é uma abordagem que visa explorar, familiarizar-se e compreender de maneira ampla um tema específico por meio do levantamento e análise de diferentes fontes bibliográficas, como livros, artigos científicos, pesquisados através das bases de dados: ERIC, BDTD, Google acadêmico, SciELO e periódicos da CAPES.

References

ANTUNES, Celso. Alfabetização emocional: novas estratégias. 7. ed. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, ano 2000. p. 108.

__________. Professor bonzinho = aluno difícil: a questão da indisciplina em sala de aula. 4. ed. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, ano 2003. p. 62.

AQUINO, Júlio Groppa. A desordem na relação professor-aluno: indisciplina, moralidade e conhecimento. In: AQUINO, J. G. (Org.). Indisciplina na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1996.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 23 de novembro de 2019.

DICIONÁRIO HOUAISS DA LÍNGUA PORTUGUESA. Rio de Janeiro, RJ: Editora Objetiva, 2001, p. 1051, 1588, 1606, 1968.

DURKHEIN, Emile. Educação e Sociologia. 11. Ed. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio Eletrônico Século XXI. Coordenação Margarida dos Anjos e Marina Baird Ferreira. São Paulo: Nova Fronteira; 1999. CD-ROM. Produzida por MGB Informática Ltda.

Freire, P. (1994, maio). Entrevista. Jornal Muito Mais, pp. 14-15.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 13. ed. São Paulo, SP: Editora Paz e Terra, 1996. p 165.

GOTIZENS, C. A disciplina escolar: prevenção e intervenções nos problemas de comportamento 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2003.

HARARI, Yuval Noah. 21 lições para o século 21. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

MINIDICIONÁRIO DA LÍNGUA PORTUGUESA. São Paulo, SP: Editora FTD S.A., 1995, p. 362.

MUUSS, Rolf E. Problemas de disciplina: soluções de emergência. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ: Ao Livro Técnico S.A., 1967. p. 73.

TIBA, Içami. Ensinar aprendendo: como superar os desafios do relacionamento professor-aluno em tempos de globalização. 7 ed. São Paulo, SP: Editora Gente, 1998, p. 171.

UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). El Futuro del Aprendizaje 2: ¿Qué tipo de aprendizaje se necesita en el Siglo XXI?. Disponível em: <https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000242996_spa>. Acesso em 10 abr. 2019.

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Disciplina: construção da disciplina consciente e interativa em sala de aula e na escola. 8. ed. São Paulo, SP: Editora Libertad, ano 1995. p. 110.

___________. Para onde vai o professor?: resgate do professor como sujeito de transformação. 8. ed. São Paulo, SP: Editora Libertad, ano 2001. p. 205.

XAVIER, Maria Luísa Merino et al. Disciplina na escola: enfrentamentos e reflexões. 1. ed. Porto Alegre, RS: Editora Mediação, 2002. p.176.

Published

2024-03-15

Issue

Section

Articles