A ILUSÃO DA PRESENCIALIDADE: O NAUFRÁGIO DA RAZÃO

Authors

  • Fabrício de Lima Feliciano
  • Cristiana Cordeiro da Silva
  • William A. Harrison
  • Eduardo de Campos Garcia

DOI:

https://doi.org/10.38087/2595.8801.181

Keywords:

Presencialidade, Ilusão, Virtualidade, Internet, Tempo, Espaço

Abstract

Neste presente artigo fazemos uma explanação sobre a concepção sobre o dilema entre a verdade e a ilusão, isto é, porque aquilo que posteriormente em Nietzsche passamos a surfar nos devires da ilusão. Enfatizamos que é de suma importância para medida que o homem convive com o virtual, torna-o incapaz de brotar o silêncio que existe em seu imo. Esse silêncio é o rebento precípuo da capacidade criativa do ser humano, ou seja, a comunicação torna-se celérrima e fugaz. O usuário da internet busca uma comunicação instantânea e rápida, e não um diálogo profundo com a sua existência. Isto porque a internet afasta o homem da presencialidade do tempo e o espaço.

References

KOLB, Anton; ESTERHAUER, Reinhold; RUCKENBAUER, Walter-Hans. Ciberética. 1. Ed. São Paulo: Edições Loyola. 2001.

HOMERO. Odisséia. São Paulo: Cultrix, 2006.

NIETZSCHE, Friedrich. Além do bem e do Mal: Prelúdio a uma filosofia do futuro. Tradução: Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

NIETZSCHE, Friedrich. A Gaia Ciência. Tradução: Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

Published

2023-04-25

Issue

Section

Articles